terça-feira, 21 de setembro de 2010

Quem é o seu amante?!

Foto: Os Amantes, de Bruno Ferreira

QUEM É O SEU AMANTE?

Jorge Bucay - Psiquiatra e Psicoterapeuta Argentino


" Muitas pessoas tem um amante e outras gostariam de ter um.  Há também as que não tem, e as que tinham e perderam. Geralmente, são essas últimas que vem ao meu consultório,
para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insônia, apatia, pessimismo, crises de choro, dores etc.

Elas me contam que suas vidas transcorrem de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver e que não sabem como ocupar seu tempo livre. Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente perdendo a esperança. 

Antes de me contarem tudo isto, elas já haviam visitado outros consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme: 'Depressão', além da inevitável receita do anti-depressivo do momento.
Assim, após escutá-las atentamente, eu lhes digo que não precisam de nenhum anti-depressivo; digo-lhes que precisam de um AMANTE!!!

É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem meu conselho.

Há as que pensam: 'Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa dessas'?! Há também as que, chocadas e escandalizadas, se despedem e não voltam nunca mais. Aquelas, porém, que decidem ficar e não fogem horrorizadas, eu explico o seguinte: AMANTE é aquilo que nos 'apaixona', é o que toma conta do nosso pensamento antes de pegarmos no sono, é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir.

O nosso 'AMANTE' é aquilo que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta. É o que nos mostra o sentido e a motivação da vida.

Às vezes encontramos o nosso 'AMANTE' em nosso parceiro. Também podemos encontrá-lo
na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no esporte, no trabalho, na necessidade de transcender espiritualmente, na boa mesa, no estudo ou no prazer obsessivo do passatempo predileto....

Enfim, é 'alguém' ou 'algo' que nos faz 'namorar a vida' e nos afasta do triste destino de 'ir levando'...

E o que é 'ir levando'? Ir levando é ter medo de viver. É o vigiar a forma como os outros vivem, é o se deixar dominar pela pressão, perambular por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastar-se do que é gratificante, observar decepcionado cada ruga nova que o espelho mostra, é se aborrecer com o calor ou com o frio, com a umidade, com o sol ou com a chuva.

Ir levando é adiar a possibilidade de desfrutar o hoje, fingindo se contentar com a incerta e frágil ilusão, de que talvez possamos realizar algo amanhã.

Por favor, não se contente com 'ir levando'; seja também um amante e um protagonista... DA SUA VIDA!

Acredite: O trágico não é morrer, afinal a morte tem boa memória, e nunca se esqueceu de ninguém. O trágico é desistir de viver... Por isso, e sem mais delongas, procure algo para amar...

A psicologia após estudar muito sobre o tema, descobriu algo transcendental: para estar satisfeito, ativo e sentir-se jovem e feliz, é preciso namorar a vida".
Texto atribuido ao Psiquiatra e Psicoterapeuta argentino, Jorge Bucay. 
Para saber mais sobre o autor, clique aqui!

13 comentários:

  1. Gilmar, meu amigo de todos os textos e todas as horas! Havia lido esse texto anteriormente, então já chego aqui aos comentários tendo pensado um pouco mais a seu respeito. Concordo com o autor! É preciso resgatar a alegria de viver, o interesse fecundo pelo o que nos acerca, a batida acelerada do coração ao nos aproximarmos de algo (ou alguém) com quem teremos trocas profícuas. Um excelente e inteligente texto! Um abraço com admiração, Deia.

    ResponderExcluir
  2. que sentido teria a vida se não amássemos? seria um vazio...
    amar sempre, amar por toda a vida, por ela é uma só.

    ResponderExcluir
  3. Perfeita reflexão, justamente porque algumas escolhas deixam claro o verdadeiro amante das pessoas, e numa dessas eu fui excluído. Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Viemos convidar você para participar da nossa nova Postagem Coletiva.
    Dessa vez, a nossa proposta é para que você dedique uma canção a quem você ama.
    Use a criatividade e faça uma postagem da forma e do jeito que quiser.
    Contamos com a sua presença!
    Um abraço de toda a Equipe do Espaço Aberto

    ResponderExcluir
  5. Sou amante de mim mesma.

    VENHO CARINHOSAMENTE ENTREGAR EM MÃOS O MEU CONVITE DE ANIVER PARA O DIA 22.09.2010
    LOCAL:CURIOSA.
    HORÁRIO:DURANTE TODO O DIA.

    É COM MUITO CARINHO QUE DEIXO O CONVITE A VOCÊ. ESTAR AQUI JUNTINHO DE VOCÊ É TER A CERTEZA QUE A VIDA NÓS DÁ DE PRESENTE, MAIS UM DIA..UM ANO MUITO ESPECIAL: O NOSSO ANIVR.
    CELEBRAR A VIDA É TUDO DE BOM.
    QUERO COMEMORAR CONTIGO ESTA DATA TÃO ESPECIAL.

    VOCÊ SERÁ O MEU MELHOR PRESENTE..
    VENHA SE DIVIRTIR COM A CURIOSA.
    SERÁ UMA LINDA FESTA..
    VAI TER BOLO, CHAMPANHE, DANÇA, SALGADINHOS..MUITA ALEGRIA.

    UM GRANDE ABRAÇO..
    DEUS TE ABENÇOE.
    CARINHOSAMENTE
    SANDRA

    ResponderExcluir
  6. Namorar a vida!
    Dias de luz,e bençãos sem medidas
    Mari

    ResponderExcluir
  7. Olá, Gilmar
    Só nesses últimos 7 dias, li esse texto duas vezes... nao é à toa!!!
    O enamoramento na vida... pela vida... nos faz viver... e com qualidade, certamente!!!
    Um abraço fraterno de paz e alegria.

    ResponderExcluir
  8. Não há o que acrescentar. Um texto muito bonito e sensível.
    Vamos amar pessoas, assuntos, trabalhos, etc.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Ah, Gilmar!

    Que texto memorável!

    Confesso que no princípio da leitura fiquei desconfiada achando que sairia daqui sem comentar, atitude que tomo quando não me vejo refletida no texto lido, mas ainda bem que continuei... Concordo com o psicólogo, a vida só tem sabor se estamos enomorados dela... Me apaixono fácil por pessoas, coisas, atividades que me envolvo, enfim... O problema é que com a mesma facilidade que me apaixono, desapaixono também, preciso sempre buscar novas motivações!

    Gostei muito dessa reflexão!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Muito legal a abordagem deste terapeuta e sem dúvida alguma termos "uma Paixão", vivermos isso, nos leva adiante...claro que pode ser por uma pessoa, mas como ele mesmo disse, muitos podem ser os motivos apaixonantes da vida...o importante é viver amorosamente tudo o que nos propusermos viver...tudo o que nos alegre a alma...
    Meu carinho à ti e beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Meu amigo Gilmar, já tive a oportunidade de ler esse texto, e sem dúvida é o melhor conselho que pode ser dado. Quando fazemos algo por paixão, ou quando estamos apaixonados por algo ou por alguém, a vida passa a ter outro sentido e nós não vamos levando, mas vivendo com a intensidade da paixão.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. Meu querido e grande amigo Gilmar...
    Eu que sempre me considerei uma mulher reta, fiel, fidelíssima, fidelissíssima, mais do que isso ainda... acabei de descobrir que tenho amantes... :oO meus filhos, meus livros, meu próprio marido... (oh meu Deus... que vou fazer!!!!) hehehehehe...
    Muito bom este texto, meu amigo...
    Beijos, flores e muitos sorrisos!

    ResponderExcluir
  13. Testando aceite anônimo

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos