segunda-feira, 21 de junho de 2010

Olhar Feminino

Dos olhares que me encantam, não há como me esquivar, é o da mulher o que mais fala à alma deste homem! Esconde segredos que não consigo desvendar. E são tantos olhares num só, que é impossível deles não me enamorar!

Olhar de aconchego... Que inspira o abraço, pedaço que se dá. Olhar de paz anunciada, de ninho oferecido. É acalento de prantos, na redenção do encontro.

Olhar de luta... Que não se embrutece na diferença. Que não recua!  Que não desiste. Que persevera, porque assim faz crer sua história. Que não cede ao silêncio das sobras e nem se permite violentar na voracidade de preconceitos da segregação profissional. Não se entrega nem se deixa avassalar. Resiste! Insiste!



Olhar de dor... Que não se furta às lágrimas. Que se transforma em força brotada das entranhas. Que avança, mesmo quando os estilhaços ainda machucam os pés. Que não faz quedar ou prostrar o ânimo. Que escancara o sofrimento, mas declara um sempre recomeçar.

Olhar de saudade... Que é nascida da sensibilidade, mas não se deixa consumir por ela. Que refuta a privação e faz altaneiros os sonhos perseguidos. É feito a própria palavra, quase indecifrável em outras línguas, mas tão bem alimentada nos olhos da mulher brasileira.

Olhar de sedução... Que surge feito jeito tímido e suave de dominação, de conquista. É audácia despindo o desejo. Faz despertar no outro a ousadia pelo magnetismo das vontades confessadas. Insinuação que exala perfume. É o flerte da poesia, ou como diz o poeta, “o beijo de agora na boca de amanhã”!


Olhar de cumplicidade... Que explicita sintonia. É a simbiose do pertencimento, feito pacto da intimidade, onde já se sabe do mais profano ao mais sagrado, no mais secreto dos mundos. Não há oposições ou contraposições, somente justaposições.



 Olhar de reprovação... Que faz calar a voz no jeito de dizer não, sem gritar. É a recusa ante o fascínio da oferenda! É o jeito de dizer do pouco que a descontenta, sem contradizer sua grandiosa dádiva maternal.

Olhar carente... Que se passa por desamparado, largado e reclamando abraço, mas que no laço da sedução enfeitiça, só porque reclamou proteção.

Olhar de carinho... Que alcança a intimidade, oferecendo bonança ao desavisado. Não reprime, só sabe incluir. Não reivindica, só sabe doar. Não julga, antes sabe perdoar.

Olhar petulante... Que se prontifica intimidador. Que não é arrogante, mas atrevido. Que não é desaforado, mas que inspira cuidados. São fragmentos de autosuficiência lançados feito flechas vicejantes, abocanhadas na senda dos desencontros.

Olhar de êxtase...  Que arrebata os sentidos, confundindo tato e paladar, olfato e audição, numa entrega infindável. Os olhos, mesmo sem perder o encanto, já não se arregalam... Pausam movimentos. Semicerrados, não se apavoram e cedem seu brilho aos sussurros lânguidos. É o frenesi do instante.

Olhar de prazer... Que é confessado na intimidade, no alcance do delírio que excede, desmedido em si mesmo.

Olhar de mulher... Que na intensidade da emoção revela a fêmea consciente do que busca, nos seus múltiplos e maduros olhares. E por conta de tantas mulheres habitarem uma só e de tantos olhares repousarem numa mesma mulher, não há olhar de homem que dê conta de decifrá-los.  É legítimo então se render a ela: à mulher e seu olhar...



Este texto participa da "Promoção Feminina" do Blog Milk Shake de Palavras






Crédito das fotos: Olhares.com - Fotografia Online
1- Encantamento: Carlos Pereira
2- Luta: Nuri
3- Dor: Ana Rita Jacinto Rodrigues
4- Saudade: Paulo Cesar
5- Sedução: Nuno Manuel Baptista
6- Cumplicidade: Fernando Tavares
7- Carente e Carinho: Nuno Runa
8- Êxtase: Fernando Bagnola
9- Mulher: Tiago Grácio

25 comentários:

  1. Gilma que linda a sua participação. São tantos olhares que cabem em nós. Cada um com um significado ou com muitos em um único olhar.
    Adorei a sua descrição dos noso olhares, mas todos tenha certeza transmitem Amor.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Aiaia...
    Quantos olhare!!! Às vezes expressamos vários deles em um único momento...
    Bjs Gilmar!

    Já te convidei para conhecer meu novo espaço, mas ainda não te vi por lá, te aguardo...
    http://docegrafar.blogspot.com/
    Bjs
    Mila Lopes

    ResponderExcluir
  3. Somos complexas, somos plurais, somos enérgicas, somos femininas! Somos os olhares descritos sem deles nunca termos nos apercebido. Somos companheiras para a vida inteira quando em nosso caminho encontramos um homem que saiba nos ler e, ainda assim , insista em nos querer!
    Delicado, suave, profundo. Lindíssima participação, tenho certeza de que a Lu vai adorar!
    Um beijo da amiga,
    Deia

    ResponderExcluir
  4. Gilmar a sua participação foi muito linda e sensível, vai dar trabalho para nós duas julgarmos vcs. Meu deus, socorroo. rsss
    Que sejamos justas.
    Bjs! Lu e Marcinha ; )

    ResponderExcluir
  5. Linda e bela mensagem ao Olhar Feminino. Também posteri na Interação de amigos. Mas foi o meu olhar.
    Se guiser vim conferir, esta lá na interação. Mas vai ter que descer algumas postagens.
    Carinhosamente,
    Sandra

    Será que eu poderia levar e postar no blog Sinal de Liberdade?
    Claro que farei os devidos créditos ao seu blog.
    Interação de amigos://sandrarandrande&.blogspot.com
    Carinhosamente, eu lhe agradeço
    Sandra

    ResponderExcluir
  6. Gostaria muito de fazer parte desta sua Estrada de amigos. Já estou lhe seguindo. Logo farei o link. Assim, caminharemos lado a lado, nesta longa estrada da vida
    Um grande abraço,
    Sandra

    ResponderExcluir
  7. "Quem não compreende um olhar,
    tampouco compreenderá uma longa explicação" já dizia Quintana,

    Vejo que vc também entende de olhares femininos e disserta com propriedade,
    o olhar fala da alma, ele vem carregado da infinidade de nós mesmas, saber discerní-lo é um dom e é para poucos,

    sua participação foi brilhante, tenho certeza que vc vai ganhar essa promoção (já é a segunda aposta que faço por aqui, não costumo errar)

    Beijos querido amigo!

    ResponderExcluir
  8. MEU QUERIDO AMIGO,
    VIM AGRADECER PELO CARINHO EM ME CEDER O TEXTO. VOU LEVAR E DEPOIS VOLTO PARA DEIXAR O LINK.
    MUITO OBRIGADA.
    SÓ TENHO AGRADECER, PELO SEU CARINHO
    SANDRA

    ResponderExcluir
  9. JÁ ESTÁ LÁ.
    http://sandraandradeendy.blogspot.com/
    UM GRANDE ABRAÇO,
    SANDRA

    ResponderExcluir
  10. Qtos olhares e todos maravilhosos.

    Vi esse texto no blog da amiga Sandra(curiosa) e fiquei curiosa em conhecer seu espaço, gostei e muito, voltarei com mais tempo para poder ver tudo.

    Fica aqui o convite para conhecer o meu espaço, serás bem vindo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  11. Gilmar
    Magnífica apresentação - sublime colocação na plenitude feminina.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. E por ter todos estes olhares que se conhece mais a mulher pelos olhos, e é neles, como espelhos, que nos vemos com olhos apaixonados. Abçs.

    ResponderExcluir
  13. Meu querido, me fala, vai me perdoar?! rs
    Esqueci de te responder... Então, as imagens eu acho no google mesmo, só que procuro pelas cores que quero entende, procuro pelas branquinhas e sempre têm uma que encaixa no meu poste.
    Desculpa tá querido?!

    Bjs Gilmar
    Mila Lopes

    ResponderExcluir
  14. Obrigado por ter retribuido minha visita, espero que volte mais vezes, serás sempre um prazer te receber.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  15. Olá! Só passando para desejar um bom resto de semana! Um beijo, Deia.

    ResponderExcluir
  16. Gilmar acabei de ler seu comentário e os olhos estão marejados! Se hoje, o tratamento é complexo imagino com era há alguns anos atrás. Através do seu relato vi o quanto você e sua família devem ter sofrido, mas sua mãe que deve ser uma guerreira, ao olhar para você, hoje deve se sentir uma vitoriosa, pois com toda a escassez de recursos conseguiu tratá-lo. E você é outro guerreiro, pois não se permitiu nenhuma limitação.
    É claro que algumas pequenas sequelas ficarão mas não são nada quando olhamos para trás.
    Receba todo o meu carinho e saiba que depoimentos assim podem ajudar muitas pessoas que passam pela mesma situação.
    O conhecimento é importante e pode fazer com que não se desesperem e saibam que existe, sim, um tratamento.
    Receba todo o meu carinho e obrigada a você por compartilhar algo tão pessoal.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  17. Esses desejos que expurgam d'alma lindamente escritos, são os que mais gosto.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  18. Não sei se tenho tantos olhares assim. Se os tiver, duvido que qualquer um alcançasse enumerá-los como foi feito aqui. Devo ser mais das palavras... E pobre de expressões faciais.

    A compreensão do feminino é uma riqueza de percepções suas. Deixando os olhares e as mulheres todas de lado, creio que a essência da mensagem está, verdadeiramente, na sua sensibilidade. Não só por este texto, mas por todos publicados aqui.

    Um abraço,
    Michelle

    ResponderExcluir
  19. Olá Gilmar!

    Se todos os homens tivessem sensibilidade para decifrar os vários olhares dentro de um olhar feminino...

    Bela participação meu amigo. Parabéns!

    Forte abraço!

    Johnny

    ResponderExcluir
  20. Querido Gilmar não sei se você jã viu mas foi o ganhador da promoção Olhar Feminino do Milk Shake de Palavras. Parabéns. Você está areebentando - rs, mas mais do que merecido.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  21. Ehhhhhhh Gilmar!!!
    Ganhou merecidamente de novo!
    Parabéns amigo, sensibilidade nas palavrinha...Sempre!!!
    Bjs e abraços de campeão

    ResponderExcluir
  22. Parabéns!! Merecido novamente!!

    Um abraço!!

    ResponderExcluir
  23. Legal!
    Fico imaginando qual seria o olhar que verias no meu olhar.

    ResponderExcluir
  24. Olá Gilmar!
    Diversos e significativos olhares.
    Gostei muitíssimo de suas colocações.
    Bjs Marli

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos