segunda-feira, 28 de junho de 2010

Se eu fosse mulher por um dia...

Cupid's Arrow, de José de Almeida & Maria Flores


Se eu fosse mulher, por um dia, queria desconhecer o cansaço e a irritabilidade da rotina, nos afazeres de casa. Não conseguiria ser essa mulher multifunções, "multitudo". Essa mulher "prendada" não sobreviveria!

Queria navegar em descobertas esfuziantes e a primeira curiosidade seria sobre os "mistérios" que povoam o banheiro feminino. Saber porque se vai ao banheiro feminino em duplas ou tríades, o que acontece lá dentro e porque o retorno é sempre acompanhado de largos sorrisos na face. Talvez sejam os encantos do "espelho espelho meu", em meio a bolsas recheadas de surpresas. Talvez...

Outra sensação, que deve ser deliciosa para se descobrir, seria o uso despudorado do cartão de crédito. Essa moeda plástica, que tantos desatinos provoca, tem seus segredos revelados em sapatos, roupas e outras tantas sacolas de grifes. Deve ser fantástica a emoção compulsiva das compras! Loja após loja, num infindável movimento de despir e vestir, até o "é esse"! Mais uma relíquia para o closet.

De outras tantas eu fugiria. Depilação então, nem pensar! Precisaria ser sofisticada, a laser ou qualquer outra tecnologia indolor. Nada de stress! Nada de baixas na autoestima!

De algumas não abriria mão: perfumes marcantes, hidratantes rejuvenescedores, peelings revigorantes, silhueta justa e contornos de violão, uma sereia que não exigisse dietas mirabolantes. Comer sem culpa, viver sem culpa! Por um só dia é até imaginável!

O melhor seria mesmo descobrir o "secreto" das falas, das conversas informais, dos segredos femininos discutidos sem receios, entre iguais. Saber tanto das dores quanto do êxtase! As aventuras inconfessas, as ousadias e transgressões segredadas.

Mas ser mulher, por um só dia, não seria apenas deliciar-me em futilidades da moda, medidas do corpo, pernas torneadas, bumbum enrijecido, pele delicada, cabelos tratados, cosméticos milagreiros e tantos outros "apetrechos" admoestadores do necessário embelezamento. Xô celulites, Xô estrias, Xô culotes. Por um só dia dá prá ficar sem tudo isso!

Ela também é espiritualizada, batalhadora, racional, ímpar. Eu seria então uma mulher superpoderosa, fazendo escolhas de felicidade, não as malogradas. Num só dia dá prá apostar nessas possibilidades.

Todas essas questões de ordem profissional, social e familiar, não seriam tão impossíveis de contornar, afinal, só um dia, passa rápido demais. A enxaqueca nem conseguiria se aproximar.

O grande problema seria controlar a libido. Ah, este seria um problema desastroso a se resolver. É que, enquanto mulher, ainda que só por um mísero dia, não me desvencilharia do meu lado "gay"!

"Arrgggg"! Homens? Nem pensar! Coisa mais esdrúxula, mais repugnante! Os trejeitos arrogantes, a empáfia de conquistadores, o machismo "imbecilóide", os hábitos constrangedores. Não! Isso já seria sacrificante, ultrajante até! Melhor revigorar o meu lado "gay", enquanto mulher!

O lado masculino, na mulher por um só dia, seria o imperativo a não escapulir dos traços. E ele é tão forte, tão encantado pela mulher, que mesmo em sua pele, seria impossível não se perder na beleza do olhar, no desenho dos lábios, no contorno da face, no convite dos olhos, na sedução do andar e no desejo que faz exalar!

Se eu fosse mulher, por um só dia, haveria de fazer sobreviver e sobrepor a todos os outros, a todo custo, o meu lado "gay"! Seria impossível, insípido e intragável imaginar diferente! 




Este texto participa da Blogagem Coletiva proposta pelo Espaço Aberto.

30 comentários:

  1. Gilmar que delícia de texto! É bom vermos retratado em seu textos tantos momentos tão femininos e que escapolem do universo tão masculino.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Ficou muito legal e gostei das tuas dúvidas femininas:cartão de crédito, banheiros,rsrss abraços,chica

    ResponderExcluir
  3. Queridíssimo! Agora quem está às risadas sou eu! Quer dizer que se negaria a se depilar, mesmo que só por um dia? Veja quantas coisas nós mulheres fazemos para sermos, como dizer, mais femininas, para nossos maridos!
    A seu favor, o fato de desejar ser uma mulher plural: espiritualizada, batalhadora, bem humorada (traço marcante nas mulheres mais interessantes).
    Posso lhe dizer, sem medo de errar, que se você fosse essa mulher, por um só dia que fosse, a fila de pretendentes seria looonga...
    E haja lado "gay" para fugir de tantos admiradores!
    Com o carinho e admiração de sempre, Deia.

    ResponderExcluir
  4. GILmar, meu querido amigo!

    Amei saborear esse texto muito bem escrito, ri do seu lado 'gay', e vc passeou pelo universo feminino com desenvoltura e propriedade,
    Há tantos tipos de mulheres, e os nossos mistérios são infindáveis e muitas vezes invioláveis,
    Seria preciso bem mais de um dia para poder entender as questões inumeradas por vc,
    mas não nos resta dúvidas de que vc seria um 'mulherão' nesse dia especial!^^

    Beijo carinhoso para vc!

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo.

    Ora, ora... Este texto foi engraçado! Até essa faceta você mostra aqui? Muito bom!

    Sabe o que mais gostei (porque denuncia que é evidentemente a escrita de um homem, sensível, mas homem): as vírgulas! Elas têm uma importância gigantesca! Principalmente para falar da instantaneidade ["se eu fosse, por um dia (...) Ser mulher, por um dia só, (...)"].

    O desejo pelo lado gay, enquanto mulher por um dia, também o denunciam, meu caro amigo. Além de provocar uma imensa vontade de rir!

    Grannnde abraço e obrigada pelo elogio àquela pobreza de texto meu. O generoso aqui é só você mesmo!

    Michelle

    ResponderExcluir
  6. Gilmar,

    Como sempre, palavras inteligentes e de bom humor. Seu texto ficou ótimo! Parabéns!
    E parabéns por ter ganhado o concurso literário. Você realmente mereceu.

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  7. Ah Gilmar,

    Acho que é uma curiosidade unanime entre os homens o banheiro, as conversar, os segredos de uma alma feminina...

    Somos tão complexas, porém tão fáceis de nos desarmar, basta amor, palavras de carinho e entendimento... Somos assim vuneráveis ao afeto...

    Dizem que as mulheres sentem muito prazer juntas, por isso o sorriso na volta do banheiro e das risadas soltas quando estão juntas.

    Gostei muito do seu texto, muito bem colocado, porque está leve, mas com reflexões interessantes...

    Venho também lhe agradecer pelo carinho imenso em suas palavras. Como foi bom saber que és um vitorioso, o parabenizo por ter optado em seguir e conquistar seu espaço, com tanta honra e acompanhado das forças de Deus ao seu lado!

    Estou muito feliz por poder compartilhar parte da minha história, possibilitando conhecer assim pessoas como vc!

    Bjs, força ai com os seus alunos!!!

    ResponderExcluir
  8. Gilmar,genial e divertido seu texto!Fugir da depilação foi demais!...rsss...E o lado "gay" por um dia tb!...rsss...Vc veria que,na verdade,não temos tantos segredos assim!Excelente participação!Abraços,

    ResponderExcluir
  9. Olá Gilmar...realmente me depilar seria um despautério quase cósmico, simplesmente não existe essa possibilidade, ainda bem que meu lado feminino assim como o seu é também "gay"...rsrs
    Querer entrar neste mundo tão complexo das mulheres não é tarefa fácil, ainda bem que podemos brincar com essa possibilidade..."brincar" eu afirmo...rs
    Um abraço na alma..obrigado por sua participação amigo...

    ResponderExcluir
  10. Oi Gilmar
    Divertidíssimo esse seu momento " mulher".
    Ficou deliciosa a leitura.
    Fugiu da raia e preferiu o lado gay hem? nada disso, queria ve-lo descobrir os recursos que usamos pra seduçao.
    Ia sofrer talvez pro resto dos seus dias rsrs
    Adorável ,parabéns!
    abraços

    ResponderExcluir
  11. "O melhor seria mesmo descobrir o "secreto" das falas, das conversas informais, dos segredos femininos discutidos sem receios, entre iguais. Saber tanto das dores quanto do êxtase! As aventuras inconfessas, as ousadias e transgressões segredadas."

    BELO...

    HÁ MULHERES ENCANTADORAS E HÁ AS QUE NÃO SÃO...ENVOLTAS EM MISTÉRIOS...TÃO DIFERENTES...TÃO IGUAIS...TAL COMO OS HOMENS...
    E TU ÉS UM DELES...
    SE FOSSES MULHER POR UM DIA...NEM PENSAR SAIR À RUA SEM PRIMEIRO FAZER DEPLILAÇÃO...E LAMENTAVELMENTE SOFREMOS COM ISSO E COMO SE NÃO BASTASSE SOFREMOS IGUALMENTE PARA PARIR UM FILHO,AS DORES MENSTRUAIS SÃO UM INCONVENIENTE...A NATRUREZA NÃO FOI BENEVOLENTE COM AS MULHERES...

    E SE FORMOS A ANALISAR O PONTO DE VISTA CULTURAL...TEMOS PANO PARA MANGAS....

    ABRAÇO AFECTUOSO

    ResponderExcluir
  12. GILMAR: uma visão um pouco arcaica da Mulher...Você não conseguiria ser mulher por um dia...Ser mulher é como ser POETA, é ser maior, para além das compras com o cartão de crédito! É andar nove meses a gerar um filho, ver a sua bela figura distorcida por causa da barrigona que esse filho te faz ter, é parir em hora de dor, é abdicar de ir ao cinema ou
    jantar fora com o marido... o que, se ele não fôr "o tal"... é natural que arrange outra
    MÃE ...para outro filho... e outro...
    Eu tenho a certeza que essa visão cínica da mulher é apenas PROVOCAÇÃO...
    BEIJO DE
    LUSIBERO

    ResponderExcluir
  13. Olá gostei imenso de ver as tuas dúvidas sobre o Mundo Mulher,a fascinação palas casa de banho, o facto de as mulheres irem sempre aos pares ,amei,quanto a isso os rizinhos é das conversas que se tem. Beijos

    ResponderExcluir
  14. Gilmar,
    que leveza e delicia de texto,quanto a curiosidade dos banheiros em duplas,ah,amigo é muito legal esse lado do baton,tricô puro!!!
    quanto a depilação,esse todos os homens deveriam viver essa experiência da cera quente!.
    Você foi muito feliz,obrigada por deixar suas essencias lá em casa,sinta-se a vontade sempre.
    Boas energias,
    Mari

    ResponderExcluir
  15. OI,
    mulher multifunção...
    multitudo...
    prendada...
    espiritualizada...
    batalhadora...
    racional...
    ímpar...
    superpoderosa...
    ESCOLHENDO A SUA FELICIDADE...
    Parabéns por nos descrever tão bem. Obrigado.
    Abraços e harmonia pra vc!

    ResponderExcluir
  16. Um texto muito bom, gostei de ler.
    Obrigada pelo carinho da visita.
    Volte sempre, eu estou seguindo...voltarei.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  17. rsrsrrrs...se vc fosse mulher, só por um dia, seria no mínimo uma mulher estranha, mas muito engraçada...
    Você escreve bem e a gente percebe uma sensibilidade entremeando as palavras. Naveguei pelo seu blog e gostei bastante. Gostaria de convidar vc para tomar um chocolate comigo e conhecer meu blog. Quem sabe vc goste e resolva seguir-me também.
    Beijos.
    Seguindooo...

    ResponderExcluir
  18. Excelente texto, suas indagações do universo feminino é unânime ao universo masculino. Porém tenho outra indagação, como a minha mulher entrou duas vezes no centro cirúrgico, para as cesáreas com um baita sorriso no rosto e um olhar tão iluminado e expressivo que até constrangeu a minha visível tensão.
    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. rsss muito legal. Mas eu acho que sendo mulher por um dia vc ia sim cair nas graças de um homem sedutor. kkk
    Vc sempre muito criativo. rs
    Bjs! Amigo.
    Lu

    ResponderExcluir
  20. Olá Gilmar!

    Muito divertida sua postagem. Entendo agora o que disse em seu comentário de eu ter sido mais "corajoso" em minha postagem, rsrsrs.
    Também sou adepto de exercitar o meu lado "gay", da forma como colocou, rsrsrs. É muito bom!

    Forte abraço!

    Johnny

    ResponderExcluir
  21. Que bom que vc foi lá. Obrigada pelo comentário... muito estimulante.
    Venha sempre.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Interessante texto e engraçado também!

    Um abraço!!

    ResponderExcluir
  23. Lindo texto, sempre acho incrivel como os homens mistificam as rotinas femininas, as pequenas coisas que nos fazem mulheres para vcs tomam forma de coisa misterioso mistica. Mas, que bom que hoje, os segredos do ser mulher soa na boca dos homens como algo a se respeitar e admirar e não como algo a se temer, como já ocorreu séculos atrás!!!

    Parabéns, lindo texto... que delicia de se ler!!!

    ResponderExcluir
  24. Meu amigo Gilmar, o teu texto esta simplesmente fantastico... (nao eh a toa que ganhastes o premio da ultima blogagem)... Mas sabes de uma coisa? Nos, mulheres, ja nascemos com um "chip" que nos impele a ser "multitudo" e a todo o demais que foi descrito com tanta sabedoria... e ainda assim... adoro ser mulher... nao poderia ser homem por um dia sequer... ou de ser homem seria gay... fatalmente... hehehehehehe...
    Beijos, flores e muuitos sorrisos!

    ResponderExcluir
  25. EU JÁ HAVIA PASSADO POR AQUI. MAS AGORA VOLTEI PARA COMENTAR..
    PENSAR EM TEMAS DIVERSIFICADOS COM ESTE É TER A CERTEZA, QUE MUITA COISA ESTAM BEM GUARDADAS DENTRO DE NÓS. SEU TEXTO ESTA MUITO BOM. ESTA COLETIVA É MAIS UMA FORMA DE TROCARMOS, APRENDERMOS UM COM O OUTRO. SEMPRE É BOM INTERAGIR. AGRADEÇO DE CORAÇÃO A SUA VISITA MUITO OBRIGADA.

    O QUE EU FARIA SE POR UM DIA EU TIVESSE QUE SER O OUTRO...
    FARIA TUDO O QUE SEMPRE DESEJEI..EMBORA EU ME AMO COM MULHER...
    EU PORCURARIA NÃO FAZER TANTAS COISAS QUE ALGUNS HOMENS FAZEM..SEREM DESORGANIZADOS...
    OBRIGADA PELA COMPANHIA..PELOS SEU CARINHO.PELA SUA AMIZADE.
    INTERAÇÃO DE AMIGOS AGRADECE.
    SANDRA
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/2010/06/tem-coletiva-espaco-aberto.html
    OBRIGADA PELO SEU CARINHO E RETRIBUINDO A SUA VISITA.
    SANDRA

    ResponderExcluir
  26. UM LINDO E BELO TEXTO. PARABÉNS
    SANDRA.
    RETRIBUINDO O SEU CARINHO.
    CURIOSA AGRADECE A VISITA.

    ResponderExcluir
  27. E de causar alegria encontrar um texto tão cheio de riqueza, deslumbrar com o texto e sentir-se personagem do mesmo. Meu amigo Gilmar, qta sensibilidade para descrever uma mulher, e qta capacidade em transpor isso para a palavra para quem a ler vivenciá-la em imagem. Não canso em dizer-lhe, qdo te leio te aplaudo, não com as mãos, mas com a lígua, pois seus textos merecem ser lidos várias vezes. Abç deste teu admirador.

    ResponderExcluir
  28. Amigo gostei muito dos texto, você caminhou muito bem por todos os mistérios e contradições que fazem as mulheres seres tão especiais ! valeu!

    ResponderExcluir
  29. Gilmar.
    Acho que sabe o trabalho que dá tudo isso, pois deseja por um só dia...rs. Quanto aos sorrisos do banheiro, são as fofocas, os comentários...rs, só sendo mulher para entender a graça que tem isso e a de sair cheia de sacolas de compras. Quanto ao lado Gay....perde o melhor do feminino...rsrsr. só sendo mulher para entender e mesmo sendo você não quer....rs
    Adorei seu texto.
    beijos

    ResponderExcluir
  30. Perfeito o seu texto...perfeita as suas colocações.
    A única coisa que faltou ao meu ver, foi não ter se deliciado, pelo menos por uma hora se quer, o lado "doma" da mulher.
    Pois ao que muitos pensam...há mulheres que dominam o lado "arrogante", "machista" do homem, quando estão numa relação.
    Aquele lado frágil da mulher, dá espaço a uma "tigresa" que com unhas e dentes, faz-se domar a sua presa.
    Magnífico seria desfrutar, dessa "qualidade" que muitas mulheres carregam dentro de si.
    Mas por não ter citado esse quesito, não fez seu texto inferior, foi apenas um detalhe, que talvez não tenha vindo a sua mente no momento da sua criação. Seria o momento crucial, de você fazer valer a força de se ser mulher,por um dia.
    Mas aplaudo-o, de pé.
    E com todas as letras, eu deixo-lhe meus PARABÉNS.
    Uma noite linda.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos