quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Um Novo Tempo!



O ano que finda foi arduamente desafiador!  E como é bom saber que as próprias limitações conseguiram lograr êxito em boa parte dos embates cotidianos.  Como é gratificante perceber-se, na estrada, cercado de amigos que permutaram passos, sentimentos, idéias, carinhos e pertença. Como é bom saber-se  exuberantemente imperfeito, mas pronto aos refazimentos necessários á historicidade e humanização em ebulição. Como é revigorante o perfume exalado em cada fala, em cada face e presença virtual de cada um de vocês, caminheiros na cumplicidade.

Mais que agradecer-lhes por tudo que serviram a este caminhante, é preciso também manifestar fé na felicidade que se avizinha, embalada pela esperança que anuncia o 2011. Que seja um ano profícuo, de muito sucesso, de muita saúde, paz, harmonia, com largos e desmedidos sorrisos e que os sonhos não se percam, jamais, na escuridão dos desencontros. Que Deus, em sua magnanimidade e generosidade só faça espalhar luz, permitindo assim que os horizontes mais sombrios, uma vez irradiados de brilho divino, convertam-se em manhãs de sol a aquecer a alma, na firme crença do amor fraterno.

E eu não poderia concluir os passos neste blog, findando 2010, sem retomar um fato que não pode ser apagado e que precisa ser referência de atitude crítica e madura consciência de cidadania, na mais completa compreensão que o termo pode permitir. Reporto-me ao corajoso gesto do Bispo de Limoeiro do Norte, Dom Manuel Edmilson Cruz, ao não somente recusar a “Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara”, mas principalmente por indignar-se, publicamente,  face a face, ante os “engomadinhos” sórdidos, velhacos politiqueiros e  salafrários travestidos de defensores do povo. 

Se houvesse “vergonha na cara” esses “mamadores do poder”, que se escondem nos porões de índole escusa, emprestariam ao menos um mínimo de caráter na reconsideração de algumas questões sociais tão massacradas e vilipendiadas nesse circo de políticas de “compadres”.  

 Então, como a mídia ocupou-se apenas de fazer os registros momentâneos, mas não ousou romper o invólucro da insonsa covardia interesseira, resgato aqui algumas falas do Bispo, talvez assim a nossa reflexão possa alcançar outros patamares da cidadania.

Eis alguns trechos da fala que continuo aplaudindo de pé:

  • "A honrosa comenda dos pais da pátria, como diriam os romanos, faz-me refletir. Precatórios que se arrastam por décadas, aposentados, idosos com as suas aposentadorias reduzidas, salários mínimos que crescem em ritmo de lesmas".
  • “Não são raros os casos de pacientes que morreram de tanto esperar o tratamento de doença grave, por exemplo, de câncer, marcado para um e até para dois anos após a consulta”.
  • “O aumento a ser ajustado deveria guardar sempre a mesma proporção que o aumento do salário mínimo e da aposentadoria. Isso não acontece. O que acontece, repito, é um atentado contra os direitos humanos do nosso povo”.
  • “A comenda hoje outorgada não representa a pessoa do cearense maior que foi Dom Helder Câmara. Não representa. Desfigura-a, porém. Sem ressentimentos e agindo por amor e por respeito a todos os senhores e senhoras, pelos quais oro todos os dias, só me resta uma atitude: recusá-la. Ela é um atentado, uma afronta ao povo brasileiro, ao cidadão, à cidadã contribuinte para o bem de todos, com o suor de seu rosto e a dignidade de seu trabalho. É seu direito exigir justiça e equidade em se tratando de honorários e de salários também".
  • "O povo brasileiro, hoje de concidadãos e concidadãs, ainda os considera parlamentares? Graças ao bom Deus, há exceções decerto em tudo isso. Mas excetuadas estas, a justiça, a verdade, o pundonor, a dignidade e a altivez do povo brasileiro já tem formado o seu conceito. Quem assim procedeu não é parlamentar. É para lamentar."

E é com este apelo à consciência cidadã, na corajosa manifestação do Bispo, que desejo a todos um  2011 onde a verdade sempre dialogue com a coragem, extirpando assim a sonolenta omissão, a passiva concordância e o refugo da cidadania.

Volto, definitivamente, em 2011. Tempo de reformular o “Caminhar & Ruminar”, retomar os comentários e as visitas e retribuir cada abraço ofertado!

Muita paz! Muita Luz!


10 comentários:

  1. Oi Gilmar
    Voce encerra o ano com um belo texto, um exemplo de cidadania plena de direito e justiça e um gesto digno de ser lido por todos .Parabéns ao Bispo Dom Manuel Edmilson Cruz.
    Aplauso de pé e lava-me a alma o teor desse discurso Ah se todos fizessemos assim !!
    Alguma coisa haveria de mudar, mas somos cordeirinhos demais!
    O melhor gesto do ano.
    Obrigada Gilmar pela partilha.
    Passo também e principalmente pra desejar que o Ano que chega seja de muita saúde e muita Paz.
    Origada por deixar-me ficar aqui na sua companhia a vontade e ter a acolhida como se de fato merecesse.
    Obrigada pelas escolhas , pelo humor das quintas , pelos poemas , pelas escritas sempre oportunas.
    Feliz Ano Novo Gilmar
    com muitos abraços

    ResponderExcluir
  2. Belo texto, Gilmar. Um Feliz Ano Novo para você e sua família. Saúde e paz!! Boa noite :)

    ResponderExcluir
  3. Assino embaixo e aplaudo em pé. Fico feliz em saber que existe seres pensantes e corajosos sob este ceu de anil.
    Um feliz 2011.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Querido Gilmar!

    Um primor de texto! Parabéns ao bispo e a você que teve a sensibilidade de compartilhá-lo conosco!

    Você continua sendo um querido e um exemplo para mim. Com você neste ano que se finda aprendi muitas coisas,

    e o meu desejo que tenhamos muito mais anos pela frente para estendermos esse aprendizado!

    Fique com Deus, meu amigo, que 2011 abra seus braços e o receba gentilmente, e que seu caminho possa ser ladeado de tudo o que for necessário para alcançar bom êxito em todos os setores de sua vida,

    FELIZ ANO NOVO!!!

    ResponderExcluir
  5. Ola Gilmar!

    A vida é feita de ciclos e mais um se passou para outro começar, por isso lhe desejo um 2011 repletos de realizações.

    Um abraço!!

    ResponderExcluir
  6. Gilmar,
    Sua mensagem de final de ano está perfeita, mas o que mais gostei foi do seu apelo para que as pessoas se posicionem como cidadãos. Este seria a solução de todos os problemas políticos brasileiros, se déssemos jeito no 'jeitinho' já dentro de nossas casas.

    Feliz ano novo!!

    ResponderExcluir
  7. Desejo que seu dia,seja iluminado pela essência Divina,com Boas Energias Sempre!
    Abraços
    Mari

    ResponderExcluir
  8. Linda página e com dizeres interessante,parabéns.

    Um presentinho pra vc em meu Blog.Ganhei de uma amiga e divido contigo.
    No post *Selinho*
    Beijos da Rosinhazul

    ResponderExcluir
  9. querido, realmente 2010 foi um ano de grandes desafios, mas que bom que conseguimos atravessá-los ;-)

    beijos e obrigada pelas visitas

    ...

    >>> o bloguinho novo agora está dividido por categorias, quando não quiser o blablabla de moda, pode ler os links de cultura ou comportamento, rs*,

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos