quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Bicho de Pé


Quintas de Humor
 
"Cigarro de Palha", de Luiz Rodrigo Cerqueira de Sousa

Um renomado  pesquisador da UFMG, professor titular da Sociologia, fez um levantamento, em toda  Minas Gerais, para saber  qual seria o objeto de desejo do homem mineiro...

Em todos os rincões das Gerais, os homens respondiam de bate pronto:
- Dinheiro e mulher.

Não dava outra, a resposta era sempre a mesma.

Quase ao final da pesquisa, ele encontrou em Guaxupé, um mineirinho de uns setenta anos, franzino, sentado de cócoras no pondions(*), na beira da estrada, pitando um cigarrim de palha.

- Bom dia!
O mineirinho deu uma tragada, cuspiu de lado e, sem olhar,  respondeu:
- Diiia, sô!

- Estou fazendo uma pesquisa para saber quais as coisas que o homem mineiro mais gosta... O senhor pode me responder quais são as coisas do seu agrado?

O mineirim deu mais uma pitada, mais uma cuspida de banda e disse:
- Uai, sô! As coiss qui eu  mais apreceio é 'o dinheiru, as muié e... o bicho di pé!'.

O pesquisador, estranhando a inclusão do item "bicho de pé" na resposta, perguntou:
- Olha, todos respondem "dinheiro e mulher"... Mas, e o bicho de pé?

Mais uma pitada e mais uma cuspida, o mineirinho retruca:
- Uai, sô! Pra que qui serve nóis tê dinheiru e muié, se o
"bicho" num fica di pé?

Uma boa quinta a todos!

2 comentários:

  1. Olá a Gilmar!

    O homem tem razão,mas não tem....
    lhe desejo um feliz Natal junto da família.

    Um abraço,
    José

    ResponderExcluir
  2. E eu pensando em outro bicho de pé..rs.
    Bem...aproveito o momento para desejar-lhe um feliz Natal cheio de alegria junto as pessoas que ama.
    beijos

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos