terça-feira, 11 de novembro de 2014

15 Piadas de Bêbados


Humor



1- Mangueira e Semana Santa
 
O sujeito no maior porre na porta de um boteco vê a procissão passando, carregando uma Santa num andor todo verde e rosa, e berra:
—Olha a Mangueira aí, gente!
Enfezado, o padre vira-se para o bêbado e esbraveja:
—Mas que falta de respeito, seu excomungado! Sai fora!
Nem bem acabou de falar, a Santa bate num galho de uma mangueira, cai e se espatifa no chão.E o bêbado:
—Bem que eu avisei!

2)- Comemoração
 
 Comemorando o Ano Novo o bêbado entra num bar e grita:
—Feliz Ano Novo! Feliz Ano Novo!
—Você está maluco?
Intervém o dono do bar.
— Nós estamos em fevereiro!
E o bêbado:
—Fevereiro?! Caramba... é hoje que eu apanho quando chegar em casa!


3- No médico
 
O médico para o paciente:
—  Não consigo encontrar o motivo das suas dores, meu caro. Só pode ser por causa da bebida.
—Não tem importância, doutor! Eu volto outro dia que o senhor estiver sóbrio!


4- No Velório 1
 
O Zeca morreu de tanto beber cachaça. Dois amigos, bêbados de cair, se encontram no velório:
— Puxa, você viu a cara do Zeca? Está com uma aparência horrível!
— Também pudera! - diz o outro. - Já faz dois dias que ele não bebe!


5-Morte Curiosa
 
O bêbado entra num velório e ouve a viúva, entre lágrimas, comentar:
— Meu marido era tão bom... Morreu como um passarinho!
Logo em seguida outro bêbado entra também, se encostando ali perto
— Como foi que ele morreu, hein? - pergunta o bêbado curioso.
O primeiro responde, prontamente:
—  Parece que foi com uma estilingada...


6- No ônibus
 
Estava um bêbado no ônibus, falando sozinho, em voz alta:
—  Se meu pai fosse um pato e minha mãe um pata, eu seria um patinho... Se meu pai fosse um cachorro e minha mãe uma cadela, eu seria um cachorrinho...Se meu pai fosse um gato e minha mãe uma gata, eu seria um gatinho... Se meu pai fosse um...
  Escuta aqui, ô meu chapa — interrompeu o motorista, em altos brados, levantando-se e caminhando em sua direção.
— E se teu pai fosse um veado e tua mãe uma vagabunda?
— Aí eu seria motorista de ônibus!


7) No Velório 2
 
Terminado o velório, os agentes da funerária começam a fechar o caixão. Desesperada, a viúva se atira sobre o corpo do marido e começa a soluçar:
—  Ai, meu querido! Eles vão te levar para onde não há luz, não há comida, não há bebida, não há nada...
Ao que um bêbado encostado na soleira da porta resmunga:
—  Não é que vão levar esse desgraçado lá pra casa!!


8) Tampando o Nariz

O bêbado chegava todo dia no boteco, pedia uma pinga,tapava o nariz e tomava tudo num só gole.Um dia, o balconista não se conteve:
—   Escuta aqui, ô cara! Por que você tapa o nariz enquanto bebe?
E o bêbado:
    —É que o cheiro da pinga me dá água na boca... e eu gosto dela é pura!


9) Que Zona!

Dois bêbados conversavam num boteco quando, a certa altura da madrugada, o primeiro propõe:
—  Que tal irmos para um puteiro?
—  Boa ideia - responde o segundo.
E ao dar mais um passo em direção do companheiro, cai e se esborracha no chão.O primeiro, ao ver o lamentável estado do amigo, conclui que ele jamais terá forças para fazer sexo com uma mulher e decide levá-lo para sua própria casa. Ao bater à porta, são atendidos por uma mulher velha e mal-encarada.
—  Que puta mais feia! - comenta o segundo bêbado.
—  Essa é a minha mãe - diz o primeiro, sem-graça.
—  Aaaahh!!! Então eu vou comer só por consideração!


10) Pedido do Mc Donald's

O bêbado chega no Mc Donald's e pede:
—  Me vê aí um sanduíche de mortadela!
—   Não temos, meu senhor - responde o atendente, todo educado, de olho no prêmio de funcionário exemplar do mês.
  Só temos o que está ali naquela placa.
—  Então, me dá um daquele ali ó!
Sem conseguir adivinhar as intenções do bêbado, o atendente aconselha:
— Por favor, senhor, peça pelo número!
Pelo número?! Então, me dá uma 51.


11) Lar, Doce Lar!

Dois bêbados saindo do bar:
— Onde é que você mora?- pergunta o primeiro.
— Eu moro aqui na rua ao lado...
— Eu também!
— Então, vamos juntos!
Abraçados, os dois vão cambaleando pela rua, até que param diante de uma casa:-
— Eu vou ficando por aqui... - diz o mais velho.
    — Obrigado pela companhia!
— Você está brincando, né? Quem mora aqui sou eu!
— Você? Está maluco, cara?! Essa casa é minha! Faz anos que moro aqui!
—  Eu moro aqui desde que nasci! - declara o outro.
Nisso, aparece uma mulher na porta:
— Assim não é possível! - brada ela, nervosa.
    — Pai efilho, bêbados,discutindo de novo!


12) A Garrafa Quebrada

O bêbado ia subindo uma ladeira, firmemente agarrado à sua inseparável garrafa de cachaça, quando tropeça e leva o maior tombo. Refeito do susto, sente algo molhado debaixo da camisa:
—  Ai, meu Deus! - lamenta-se. —Tomara que seja sangue!


13) Ritual de batismo

O pastor afunda a cabeça do fiel dentro de um tonel cheio d'água e pergunta:
—- Você viu Jesus?
—Sim! - responde o fiel.
—   Aleluia, irmãos! - gritam todos.
Chega o próximo.
—Você viu Jesus?
—Sim!
—Aleluia, irmãos!
O próximo da fila é um sujeito caindo de bêbado.O pastor afunda a cabeça dele dentro do tonel e pergunta:
— Você viu Jesus?
— Não, senhor!
O pastor afunda novamente a cabeça dele.
—Você viu Jesus?
—Não, senhor!
Irritado, o pastor repete o ritual.
—    Você viu Jesus?
E o bêbado:
—Tem certeza que ele  afogou foi aqui?


14) Dividindo o Ônibus

O bêbado entrou no ônibus, parou lá na frente e apontando para o lado direito, disse:
—  Todo mundo desse lado de cá é veado!
E apontando para o outro lado:
—  E todo mundo desse lado é corno!
Um passageiro, inconformado, levantou-se e disse:
—  Eu não sou veado!
E o bêbado:
—  Então passa para o lado de lá pra não fazer confusão!
Nisso, o motorista furioso freiou o ônibus bruscamente fazendo com que todos os passageiros caíssem no chão, levantou-se, apontou o dedo na cara do bêbado e berrou:
—  Quem foi que você chamou de veado?
E o bêbado:
Agora eu não sei mais... você misturou tudo!


15) Uísque especial

Um homem entra num bar e pede três doses de uísque doze anos. O garçom serve, o homem toma tudo de um gole e volta a pedir mais três doses. Novamente, o garçom atende o pedido e, novamente, o freguês bebe tudo de um gole e torna a pedir mais três. Surpreso, o garçom olha para o cliente e lhe diz:
—    O senhor sabe que isso não faz bem!
—    Eu sei —responde o homem —especialmente com o que eu tenho...
—    E o que é que o senhor tem? - pergunta o garçom,curioso.
—    Só um Real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos