domingo, 12 de junho de 2011

Baú dos Caminheiros: Aparência e Substância

"Saudades"

  Baú dos Caminheiros: Marcello Lopes


A aparência chama a atenção,

a substância cativa.

A Aparência delicia o olhar alheio,

a substância deleita nosso espírito.

Nos momentos de escuridão,

a aparência desaparece e a substância clareia a mente.

Nos momentos de felicidade,

a aparência se expõe para a platéia,

a substância aprecia seu real valor.

Na doença,

a aparência fraqueja.

A substância consola e engrandece.

Na velhice,

a aparência enlouquece,

a substância fulgura iluminada.

Na morte,

a aparência sofre,

a substância ilumina e ensina.

Poema : Marcello Lopes


 

O Marcello é um desses poetas que vive o que anuncia. E evidencia isso logo na porta de entrada do seu blog, o Alucinações Amorosas, quando diz que “O poeta é um ser que lambe as palavras e depois se alucina”! Pura verdade! Entretanto, alucinados ficam cada um dos seus leitores ao “sorverem” palavras que não apenas alucinam, mas também emocionam, encantam, permitem descobertas e redescobertas nos olhares aprofundados, lançados para dentro... E penso que poesia tem mesmo essa riqueza de mexer e remexer as entranhas, gritar e fazer silenciar inconfessas buscas... 

 

Gosto, imensamente, de saber as falas semeadas lá no Alucinações Amorosas! Esta, em especial, de pronto já foi guardada em meus arquivos "secretos" (rsrs). Aparência e Substância carrega uma rica metáfora de vida e um convite de profundidade sem igual. 

 

Então, fica aqui o convite para que conheça o Alucinações Amorosas, permita-se ao encanto e alucine-se com tamanha beleza!


2 comentários:

  1. Olá Gilmar!
    Belíssimo poema do Marcello. Ele é um dos poetas mais completos que eu conheço! Com toda certeza vale sempre a pena conferir o blog dele!
    Tenha uma ótima semana!
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo Gilmar!
    Concordo plenamente quando diz "E penso que poesia tem mesmo essa riqueza de mexer e remexer as entranhas, gritar e fazer silenciar inconfessas buscas"!

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos