terça-feira, 7 de junho de 2011

Amor Maiúsculo!


Amor não tem idade






Metáfora da Semana




Um homem, bastante idoso, procurou uma Clínica para um curativo em sua mão ferida, dizendo-se muito apressado, porque estava atrasado para um compromisso.

Enquanto o tratava, o jovem médico quis saber o motivo da sua pressa e ele disse que precisava ir a um Asilo de Velhos tomar o café da manhã  com sua mulher, que estava internada lá  há bastante tempo ... 

Sua mulher sofria do “Mal de Alzheimer” em estágio bastante avançado...

Enquanto terminava o curativo, o médico perguntou-lhe se ela não ficaria assustada pelo fato dele estar atrasado. E ele, com serenidade disse:

 - Não!   Ela já não sabe quem eu sou. Há quase cinco anos ela nem me reconhece...

Intrigado o médico lhe pergunta:

- Mas se ela já nem sabe quem o senhor é, porque essa necessidade de estar com ela todas as manhãs?

O velho sorriu, deu uma palmadinha na mão do médico e disse: 

- É verdade... ela não sabe quem eu sou, mas eu sei muito bem QUEM ELA É!

Enquanto o velhinho saía apressado, o jovem médico sorria emocionado e pensava:
“Esta é a qualidade de Amor  que eu gostaria para a minha vida. O Amor não se reduz ao físico, ao romântico ...  O Amor verdadeiro é a aceitação de tudo o que o outro foi... do que será... do que já não é..."


4 comentários:

  1. Oi Gilmar, linda escolha essa sua.
    Amor assim, também eu quero.

    Um abraço pra ti meu amigo.

    ResponderExcluir
  2. Meu querido

    Passando para deixar um beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Meu querido Gilmar, amar é dedicar-se ao outro sem querer nada em troca, nem mesmo o amor, pois esse tem de vir por vontade própria. Deixo o meu afeto.

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos