sábado, 6 de novembro de 2010

Mexericos



Imagens que falam (III)

Mexericos: não passe adiante!

Quando esse “piche” de imundícies impregna as mãos é porque o resto já foi tomado pela maldade.

“Mexerico” é maldade alcançando o outro. É maldade infernizando a sobrevivência do outro. É inveja porcamente incrustada, revelando máscaras doentias de maldade.

É... e quem tem um bom coração, por vezes, é alcançado pela maldade. Talvez porque anda sempre desarmado. Talvez porque a magnanimidade lhe habite a alma.

Sabe a sensação de sufocamento? Pois é! “Mexerico” é isso! A vida clama ser respirada, inteira e pura, mas o maldoso mexerico bloqueia as vias respiratórias, faz faltar chão, doer o peito e sofrer horrorosas sensações de desfalecimentos por insuficiência de ar!

E eu não dou conta de entender como a maldade se espalha. Não dou conta de aceitar que um ser humano queira mal a outro, deseje o inferno ao outro. Não dou conta de acolher a idéia de que o “olho gordo” manche a vida do outro. Não dou conta de acatar que o “mau olhado” ofereça trevas a corações límpidos e generosos.

“Mexericos” diferem de “Comentários Desagradáveis”. Enquanto o primeiro é maldade real, é mal transferido para ser alojado no outro, cujas defesas não estão de prontidão, o segundo é preso às palavras intempestivas, nascidas das intempéries do cotidiano, machucam, mas não “passam a morar”. Se no segundo a dialética do refazer e reconstruir ainda é possível, no primeiro não!

“Mexerico” é a encarnação do mal, feito Medusa e seu olhar petrificante. Em tempos atuais, os bocejos constantes, reclamando respiração profunda, petrificam corações de bondade.

Preciso confessar minha repugnância à maldade que pode ser espalhada! É tão mais fácil vibrar com o sucesso do outro! É tão mais íntegro olhar com bondade a trajetória do outro! É tão mais correto o bem querer gratuito! É tão mais cristã a atitude de servir e perdoar!

O “mexerico” da inveja, do mal querer, enfim, de todos esses males, só faz revelar a podridão que reclama limpeza, o auto-holocausto a ser extirpado, a pequenez a ser vencida.

O “piche”, tão viscosamente pegajoso, gruda para não sair fácil! A alma adoecida pelo negrume faz adoecer o outro ser humano, impondo-lhe os malefícios da ausência de Deus!  

Tempo então de manter as mãos límpidas! Tempo de refletir propósitos de vida! Tempo de convidar Deus a agir e pertencer na fé! Tempo de entrega plena! Indescritivelmente plena!

Tempo de afetividade! Tempo de aprender!


Um ótimo final de semana a todos!

Na próxima semana já estarei passeando nas "casas" de amigos encontrados na caminhada! Tomara eu consiga retribuir-lhes o mesmo carinho, o mesmo respeito e o mesmo "bem querer"!




Imagem: desconheço os direitos autorais. 
Ela foi escaneada de um quadro encontrado "num armário de escola", sem maiores informações.
Se alguém souber a origem, por favor, me comunique! 
Gostaria muito de dar créditos ao autor ou autora, pela relevância e significado da obra.

12 comentários:

  1. GRANDE MENSAGEM, muito verdadeira.

    Concordo contigo e essa imagem fala por si mesmo!

    abraço,chica e um lindo fds!

    ResponderExcluir
  2. Gilmar, sempre fantástico!
    Verdades em palavras bem escritas.
    Beijosssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Bela reflexão, principalmente para quem já passou por tal situação...
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  4. E quando ele não existe ainda tem quem invente! ^^ adorei a imagem!

    ResponderExcluir
  5. Meu querido amigo
    uma mensagem muito verdadeira.

    Deixo o desejo de um bom fim de semana e um beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  6. Tem gente que nem percebe que cresce junto com o crescimento do outro. Bonito texto.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Gilmar
    Nunca li nada tão correto.
    A falta de caráter é perniciosa e leva oa mexerico que na maioria das vezes depõe quanto a pessoa sem que ela tome conhecimento.É mesquinho e covarde o mexeriqueiro.
    Tomara nao alcancemos do nosso lado.
    Espero meu amigo esteja bem , tenho sentido falta.
    um bom domingo com a família, pra encher o coração de vontade de ir a luta de novo, pra mais uma semana .
    com carinho, abraços

    ResponderExcluir
  8. É isso aí... Vamos nos permitir viver com mais leveza de alma e coração!
    Tenha uma semana maravilhosa!
    Beijos com meu carinho

    ResponderExcluir
  9. Impecável suas palavras amigo... concordo plenamente com cada uma delas...
    Fique na paz...tenha uma ótima semana...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto Gilmar e muito verdadeiro.... a fofoca é um veneno!
    beijocas,
    mari

    ResponderExcluir
  11. Gilmar
    Mexericos estão espalhados em todos os lugares e cabe anós sabefr lidar com eles e passar por cima.

    Desculpe só agora vir colocar em dia a minha leitura em seus posts que me absorvem que esqueço até da hora.

    O capítulo VI da Saga da Raquel já saiu e como sempre aguarda o parecer de seu padrinho.

    Beijos e uma linda semana

    ResponderExcluir
  12. É meu amigo está aí uma coisa que não nos leva a nada e muito menos engrandece nossa alma. Que deixemos para lá essas histórias e nos preocupemos apenas em transmitirmos o bem.
    Um grande beijo e essa semana tem participação sua na festa do Tantos Caminhos.
    Um beijo

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos