quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Discagem Erótica!



Quintas de humor!

Se você pensa que, como ensinaram na escola,  um "zero" antes não vale nada, então veja só o que aconteceu:


Uma mulher, executiva de uma grande empresa, faz a sua primeira viagem de negócios ao Rio de Janeiro.

À noite, sentiu-se sozinha e com uma sensação de liberdade que nunca havia sentido antes, decidiu então chamar uma dessas "empresas de acompanhantes", cujos folders de propaganda são estrategicamente colocados nas mesas dos quartos de hotéis nas grandes cidades.

Localizou, sem dificuldade, um que oferecia serviço masculino, denominado "ferótico". Com o encarte nas mãos molhadas de suor pela expectativa discou o número marcado.

- Alô! 

Atendeu uma voz masculina marcadamente sensual.
- Alô. Eu preciso de uma massagem... Não, espera ! Na realidade o que eu quero é SEXO! Uma grande e duradoura sessão de sexo, mas tem de ser agora! 


E ela, em estágio ainda mais animado, continuou:

- Estou falando sério! Quero que dure a noite inteira! Estou disposta a fazer de tudo, participar de todas as fantasias que vocês inventarem. Traga tudo o que tiver de acessórios, algemas, chicotes, consolos, pomadas, vibradores, e quero ficar a noite inteira fazendo de tudo! Vamos começar passando geléia no corpo um do outro, depois quero que você me grude na parede... estou disposta a fazer de tudo e topo todas as posições: frango assado, rã com câimbra, canguru perneta, folhinha-verde, vaca atolada, saquinho de chá, helicóptero...Ou tu tens alguma idéia mais tesuda? O que tu achas?!

Do outro lado, com um pouco de demora, a resposta não tardou:


- Bem, na verdade me parece fantástico. Mas aqui é da portaria do hotel... Para chamadas externas a senhora precisa discar o zero primeiro...


Uma boa quinta a todos!

12 comentários:

  1. rsrsrsrsrssr Gilmar, muito engraçado, coitadaaaaaaa

    rã com câimbra, canguru perneta, folhinha-verde, vaca atolada, saquinho de chá, helicóptero

    O que é isso, existe?
    rsrsrsrsrsrsrsrsr
    Beijosssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Muito legal,Gilmar!Tudo de bom,abraços,chica

    ResponderExcluir
  3. Olá meu caro amigo bem humorado Gilmar, que maravilha! Mais uma divertida história. E todo cuidado é pouco nessa hora!Parabéns.

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderExcluir
  4. Olá Gilmar... muito engraçado mesmo...rsrsrsrsrsrs
    Mas, que papo é esse de Rã com caimbra?

    Até mais,

    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  5. Olá Gilmar... muito engraçado mesmo...rsrsrsrsrsrs
    Mas, que papo é esse de Rã com caimbra?

    Até mais,

    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  6. Gilmar, esta foi boa demais. Vc encucou tudo mundo que essa tal rã com caimbrã, seria ela parente do carrinho de mão? Abçs.

    ResponderExcluir
  7. Meu querido amigo

    Gostei de passar aqui...estou naqueles dias em que uma risada faz milagres, obrigada por isso.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  8. Oi Gilmar,

    E não fosse por um detalhe..., o zero antes..., rs. Coitada, depois dessa..., rsrss

    Beijos e bom final de semana,

    ResponderExcluir
  9. Que vexame! rsrsr.
    Acho que acabou com a ousadia da pobre...rsrsr

    ResponderExcluir
  10. incrííííível!


    sigo seguindo-te!

    Adorei aqui!
    Tudo...
    E também adoraria ver tua honrada visita pelas minhas chafurdadas coisas;
    carladiacov.blogspot.com
    larcavodica.blogspot.com
    odesimundasdoneochiqueiro.blogspot.com
    carlacarlacarlac.multiply.com

    ResponderExcluir
  11. Meu amigo, suas quintas consolidaram-se. Confesso que senti mensa vergonha alheia por ela ter ligado para a recepção do hotel. Eu fiquei sem saber onde colocar minha cara.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. Gilmar
    Amigo apesar de ser uma piada muito bem colocada estou aqui até me sentindo envergonhada no lugar dessa mulher.
    Meu marido levou um susto com minha gargalhada, pois no final não tive como me controlar.

    Beijos

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos