terça-feira, 5 de maio de 2015

Decálogo da Velhice Prematura




Outros Autores
Ninguém gosta de envelhecer. Mas as pessoas envelhecem, prematuramente, quando contraem os seguintes hábitos:

01- Aborrecer-se à toa, com os incidentes mais triviais, com os percalços  mais insignificantes do dia-a-dia.

02- Alimentar questiúnculas, curtir complicações, cozinhar azedumes, maldizendo a infeliz hora de ter  nascido.

03- Enconchar-se  sobre si mesmo, no egoísmo, na intolerância de um coração mesquinho, mais estreito do que ruela de bairro pobre.

04- Inventar toda a sorte de bodes expiatórios, responsáveis diretos por tudo o que sai errado na vida da gente.

05- Ser um eterno pessimista, levando ao pessimismo outros também.

06- Deixar invariavelmente para amanhã , ou para depois de amanhã, os bons propósitos :
  • de criar juízo,
  • de revisar conceitos,
  • de trocar o choro pelo riso,
  • de podar defeitos,
  • de acertar o passo e marchar direito no desfile da vida.

07- Imaginar perigos em toda parte. Temer ladrões em qualquer esquina. E sentir-se derrotado em todas as linhas de batalha.

08- Desinteressar-se pela evolução do mundo, pelas coisas novas, pelos progressos da atualidade.

09- Não possuir um mínimo de sensibilidade para adivinhar sofrimentos alheios e nunca ter tempo para escutar quem nos procura.

10- Esmerar-se em criticar colegas, farejando defeitos, malhando empreendimentos, apedrejando nomes, rasgando reputações.

O sintoma é implacável, revelador: o fofoqueiro se precipita cedo na vala triste da velhice precoce. É uma lúgubre e pobre vida em declínio...

Pausa para meditação.

ž  Roque Schneider


Um comentário:


  1. Obrigado amigo (a). Estou fazendo uma visita ao teu Blog. Meus parabéns pelos teus trabalhos e sucessos. Abraço de Manoel Limoeiro. Recife PE.
    'Feliz “dia das mães”.

    http://grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

    Recife, 10 de maio de 2015.

    ResponderExcluir

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos