segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Falta de "desconfiômetro"



Humor

O Memorando Interno daquela empresa foi "pregado" em todas as repartições. E dizia assim:

"Recomendamos a todas as mulheres da empresa que ao solicitar xerox através de bilhetes, o façam com propriedade e com frases completas. A grande maioria dos bilhetes recebidos têm causado alguns problemas aos nossos colegas de trabalho, colocando em risco, inclusive, a paz nos seus lares, quando por acaso esquecem os bilhetes nos bolsos de suas roupas. A título de exemplo, transcrevemos algumas dessas solicitações de cópias":

1) Márcio, seja bonzinho... faça igual a última vez... please!

2) Joãozinho... quero quatro rapidinhas!

3) Zeca, hoje eu tenho que ser a primeira, porque estou mais necessitada...

4) Toninho, tira o mais rápido possível, porque o gerente também vai querer!!

5) Paulo, quero dos dois lados e presta atenção, atrás tem que caber tudo, viu?

6) Pedrinho, por favor... coloca na frente pra mim... vai??

7) Gil, presta atenção, estou muito angustiada... estou atrasada!

8) Robson, por favor, devagar, com carinho, porque quero bem feito.

9) Edu, cuidado! É comprido e largo... posicione direito para que não fique nada de fora, hein?

10) Alex, será que dá pra entrar no meio sem que ninguém perceba e tirar uma rapidinha?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos