sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Formatura e Escolhas




Senhora Diretora da EE Alvim Rodrigues do Prado, Profª Dunalva, ao cumprimentá-la e felicitá-la por este evento, estendo a todos os demais componentes da mesa os meus cumprimentos.
Professoras, Professores, Equipe de profissionais da Escola: ASB’s, ATB’s, Especialistas e demais servidores, senhores pais e familiares, alunas e alunos formandos.

Ocorre-me, agora, uma pequena história que guarda estreita relação com este momento que vivenciam. Permitam-me!

Um velho sábio, governante de um reino distante, andava preocupado com o seu legado e desesperançado com o futuro do reino. Decidiu então buscar, ele mesmo, algum cidadão que lhe desse respostas a três perguntas indicadoras da humanização do seu povo. A este, se encontrado, prometia uma grande fortuna em ouro e uma importante missão. As perguntas que o sábio fazia:

1-     Qual é o momento mais importante na vida do homem?
2-     Quem é a pessoa mais importante na vida do homem?
3-     Qual é a missão mais importante que cabe ao homem realizar?

Durante muito tempo ele perambulou sem encontrar respostas. Num esplendoroso dia, depois de tantos outros cansativos, um jovem cidadão, recém formado, lhe reacendeu e fortaleceu a esperança ao lhe dar as respostas que procurava. Aquele jovem assim respondeu:

1-     O momento mais importante na vida do homem é o momento presente, o aqui e o agora, fonte e ponte para o futuro;
2-     A pessoa mais importante na vida do homem é o outro ser humano, aquele que está à sua frente, diante de si, o próximo;
3-     A missão mais importante que cabe ao homem realizar é a de ser feliz e fazer o outro feliz. Não são duas ações isoladas, mas conexas. Ser feliz e fazer o outro feliz!

Peguemos emprestado a história e ofereçamos um olhar ao momento presente. O aqui e agora de vocês é essa janela aberta ao futuro. Esse convite fabuloso! É esse momento de conquistas sinalizando que é tempo de avançar... O aqui e o agora dessa alegria partilhada em família!

Durante alguns anos tive o privilégio de conduzir dezenas de formaturas no Ensino Superior e, mesmo sabedor daquela imensa conquista dos meus alunos, há uma significativa diferença com esta que agora saboreiam, por uma razão, um detalhe muito sério: é aqui que fazem a ESCOLHA! É aqui que traçam seus rumos profissionais. Aqui escolhem e é exatamente esse o grande desafio! 


É que, dessa escolha que fazem resulta a segunda resposta. Qualquer que seja a formação escolhida, qualquer mesmo, o tempo todo haverá um ser humano do outro lado. Vocês se depararão com o outro, para sempre, no seu fazer profissional. A pessoa mais importante!


E a terceira resposta pega carona aqui também, pois só valerá a pena a escolha se ela puder lhes fazer feliz e fizer o outro feliz!

Por isso é tão significativo este momento! Esta janela aberta ao amanhã! Quanto mais cada um botar a cara prá fora, tanto mais longe será o horizonte enxergado e a ser alcançado!

O ciclo, que agora cumprem e encerram, é semente lançada ao vir-a-ser, às conquistas do depois, aos sonhos que também alimentam... Sim, também... Também porque se pudessem estar agora face a face com seus pais e familiares, se pudessem, de onde estão, encontrar os olhos deles, veriam ali, nos semblantes embargados por lágrimas de alegria plena, que esses sonhos também pertencem igualmente a eles, na mesma intensidade, na mesma proporção...

Esse filme, dessa cumplicidade familial cotidiana, os acompanhará, sempre! Porque invariavelmente será esse o filme que os norteará em direção à terceira resposta. São esses valores que levarão adiante, de família e escola, construídos arduamente antes, durante e depois das aulas, e como diz o poeta, inclusive daquelas mais cinzentas que já experimentaram. Então, essa jornada só pode significar ser feliz e fazer o outro feliz!

Escancarem essa janela aberta! Mergulhem nesse horizonte possível! Sejam Felizes! E façam FELICIDADE!

Sucesso! Fraterno abraço!

Fala enquanto Secretário Municipal de Educação no Município de Itaguara, por ocasião da formatura dos alunos de Ensino Médio da Escola Estadual Alvim Rodrigues do Prato. Dezembro de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos