quinta-feira, 17 de abril de 2014

Congresso Feminista

Humor



E num Congresso Feminista, lotado, a primeira palestrante, Frida, veio da Alemanha. E tão logo pegou o microfone, começou a falar: 

- Um dia cheguei em casa e disse pro Fritz: Pode arrumar a porra desta casa, pode colocar o chucrute no fogo que eu não cozinho mais e se reclamar, pego os meus filhos , vou embora e te mando para a puta que pariu ! 

A audiência, entusiasmada, quis logo saber o que aconteceu e Frida contou: 

- No primeiro dia não vi nada, não vi nada no segundo dia, no terceiro cheguei em casa, tinha um prato de chucrute me esperando, a casa estava limpa, tudo brilhando, uma beleza ! 

A mulherada foi ao delírio: Heeeeeeeee!!!!!! 

Segunda palestrante, dos EUA, Jane: 

- Cheguei em casa, puta da cara, com a maior tensão pré-menstrual. Olhei pro Joe e já fui dizendo: Pode começar a preparar o hambúrguer, vai arrumando a casa que eu não quero nem saber ! E se não tiver tudo de acordo, pego minhas coisas, vou pra Califórnia e te mando pra puta que o pariu ! 

Galera, em uníssono: Daí...daí ... daí... daí.... 

- No primeiro dia, nada. Nada no segundo. No terceiro, cheguei em casa, tudo brilhando, um cheirinho de hambúrguer na grelha, maravilha!!! 

A mulherada delirando: Ehhhhhhhhh!!!!!! 

A terceira palestrante veio do Brasil varonil. Benedita, direto da favela da Rocinha, RJ, capital: 

- Cheguei no barraco, aquela merda. Uma zona. Fui logo dizendo. Ô, Tião, não quero nem saber. Vai ajeitando essa merda, coloca o feijão no fogo, vai arrumando a casa, bota o cachorro para fora ! Tô cheia, se não tirar esta bunda do sofá, te mando para puta que o pariu. 

Galera: Daí...daí ... daí... daí.... 

- Primeiro dia, num vi nada. Segundo, num vi nada. No terceiro dia, o meu olho começou a desinchar e já deu para ver um pouquinho....


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos