sábado, 24 de dezembro de 2016

Você abraça o mundo quando...

Outros Autores




Busca mais ouvir que ser ouvido,

compreender que ser compreendido.



Não faz julgamentos precipitados

e de falsos conceitos faz-se despojado.



Quando é capaz de olhar para cada Ser

e a "Divina Centelha" nele reconhecer.



Quando é capaz de ver Deus onde quer que você for,

na perfeita simetria de um cristal ou na delicadeza de uma flor.



Quando você tem todos os argumentos para falar

mas caridosamente prefere silenciar.



Quando sua capacidade de enaltecer e elogiar

se sobrepõe à sua necessidade de criticar.



Quando você pratica o amor de um jeito peculiar

ao invés de fazer apologia de algo que você não sabe vivenciar.



Quando olha para todos os reinos com inegável ternura

e coloca em seus atos o máximo de retidão e lisura.



Quando a caridade e a misericórdia tomam conta do seu coração e você se torna um manancial de alívio e de consolação.



Quando perdoa setenta vezes sete como ensinou o Senhor e vive em paz consigo e com todos ainda que açoitado pela dor.



Abrace o mundo, assim, em silêncio e delicadamente

Tenha espírito agradecido, louve a Criação e ore fervorosamente. 
  Fátima Irene Pinto


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade!
Os comentários têm a função precípua de precipitar a maturação da reflexão, do texto “apossado”. É um ponto de partida, sem o ponto de chegada. É o exercício da empatia no rompimento do isolacionismo, posto que, tudo está conectado. É a sua fala complementando a minha. Por isso mesmo fique à vontade para o diálogo: comentar, concordar, discordar, acordar...

Imagens dos Caminhos